imoveis

Decorar a casa: Mudanças para 2018

Um novo ano sempre gera novas expectativas e com ele vem o desejo de decorar a casa. Mudar atitudes, repaginar o guarda roupa e, por que não, a decoração? O nosso refúgio diário também precisa de atenção. Ele influencia muito nosso dia-a-dia, afinal, nossa casa reflete quem nós somos.

Além de valorizar seu imóvel, decorar a casa onde se vive nos enche de novas energias e traz esperança de um ano repleto de conquistas. Para isso, nada melhor do que começar o ano com a sensação de casa nova, não é mesmo?

Decorar a casa pode ser uma forma de iniciar o novo ano com as energias renovadas. E, mesmo que as suas finanças estejam um pouco apertadas, é possível realizar pequenas mudanças no imóvel sem gastar muito. A criatividade é a principal aliada dos que desejam mudanças com pouco investimentos. Para repaginar a decoração com baixo custo, o ideal é utilizar o que já se tem dentro do ambiente e restaurar os itens.

Como decorar a casa

Antes de qualquer mudança, é fundamental ter um plano do que será feito. Toda obra necessita de um planejamento: verificar a verba disponível, tempo necessário, custo da mão de obra, quando começar e por onde começar, o que precisa de reparos pontuais; porém, saber o quanto se pode gastar, é o primeiro passo para decorar a casa.

Em cômodos como banheiro e cozinha, a melhor opção é aplicar ladrilhos claros no meio da parede ao invés de trocar todos os azulejos. Assim, o espaço ganha novo ar e cor de forma econômica. Investir em cores nas paredes ou em itens decorativos são excelentes formas de decorar a casa e mudar completamente o ambiente. O uso da cor certa aumenta espaços, deixar o local mais aconchegante e até mesmo mais alegre.

No caso dos móveis, não é necessário comprar novos. Sofás e poltronas podem ganhar novas estampas e as almofadas, novas capas. Para quem não deseja pintar as paredes, a dica é usar papel de parede. Algumas opções trazem estampas que também podem dar a sensação de amplitude ao espaço. Em paredes brancas, quadros ajudam a dar vida. Se quiser usar esse espaço para armazenamento, nichos e prateleiras são uma excelente opção: são a parte mais em conta da marcenaria.

Geralmente decorar a casa leva tempo, mas se forem mudanças pequenas e pontuais não há necessidade nem de sair de casa. Outra dica é ir fazendo aos poucos, até porque nem sempre é possível comprar ou fazer tudo de uma vez. E não há problema, você precisa de tempo para decidir o que fica bom em cada lugar.

O Blog Permutando.com possui diversas outras dicas e informações sobre imóveis. Confira clicando aqui!

O Permutando.com tem os melhores imóveis esperando por você. Vem conferir!

Como economizar na decoração de natal

Para garantir uma decoração de natal linda e baratinha, é preciso soltar a criatividade e colocar a mão na massa. Além de a decoração feita a mão ficar a sua cara, vai transmitir um ambiente acolhedor e intimista para as pessoas que você receber!

Estas são algumas ideias para a sua decoração de natal ficar incrível:

Bola de natal de isopor com lantejoulas

Ela deve ser feita preenchendo a bola de isopor com lantejoulas, prendendo cada uma delas com alfinete em direção ao centro. Ao sobrar somente um espacinho, prenda com um gancho. Quanto mais bolas você fizer mais bonito fica!

Árvore de natal

Você pode montar a sua árvore de natal em alguma plantinha ou árvorezinha que tenha em casa. Adicionando algumas luzes e bolas bem coloridas, você consegue uma decoração diferente e bem bonita. Mesmo não sendo aquele pinheiro comum!

 

 

Outra opção também é fazer a árvore de natal com colagens na parede! Tem virado uma grande tendência atualmente. Essa alternativa, além de ser super fácil de fazer, com papéis torna-se bem útil. Principalmente para aqueles que tem um imóvel pequeno, onde colocar uma árvore de natal atrapalharia muito o caminho.

Um embrulho de presente feito de almofada

Pegando uma fita de cetim e uma almofada lisa, você pode fazer uma linda “almofada presente”. Amarre um laço de fita em volta da almofada como se fosse uma caixa de presente. Sua sala ficará ainda mais linda com essa decoração na almofada!

Varal decorativo de natal simples e barato

Um varal para ser pendurado na sala ou nas janelas da casa é muito legal, principalmente para servir de decoração durante o dia enquanto as luzes dos pisca-pisca estão apagadas. Para isso você precisará de linha colorida e cartolina colorida. Faça vários moldes nas cartolinas com algum desenho natalino, e passe o fio pela cartolina e deixe um do lado do outro para formar o varal.

Seguindo essas dicas você terá uma casa bem decorada para o natal e com a sua personalidade! E se você quiser um imóvel prontinho para comemorar o natal, acesse o Permutando.com e veja os diversos imóveis disponíveis para a permuta!

Como funciona o financiamento de imóvel

Para começar um financiamento de imóvel, você precisa entender as regras desse empréstimo antes de procurar um banco. Primeiramente, o financiamento de imóvel é um empréstimo que se pega quando há interesse em adquirir uma casa própria. A casa pode ter sido adquirida tanto por permuta, quanto por compra e venda. Esse é o caminho mais procurado.

O banco faz o pagamento do imóvel à vista para o proprietário; que por sua vez pode pagar esse empréstimo quitando a primeira parcela à vista e as demais de acordo com o combinado com o banco. Vale lembrar que a cobrança vem com juros, o que faz com que você pague o valor do imóvel mais uma porcentagem sobre o dinheiro emprestado.

O que mais devo saber sobre o financiamento de imóvel?

Apesar dessas taxas de juros, diversos consumidores procuram o financiamento, pois o pagamento pode ser dividido por um longo período. Esse tipo de empréstimo vale a pena justamente por dar mais tempo para que se possa quitar o imóvel e o pagamento pode ser feito em parcelas. Para quem mora de aluguel, esta pode ser uma boa ideia. Em vez de usar o dinheiro para a locação, ele pode ser aplicado em um investimento em uma propriedade.

 

 

Outro ponto positivo do financiamento de imóvel é o fato de que se você não conseguir pagar a dívida, poderá vender seu imóvel ainda em financiamento e recuperar parte do que já foi pago. Porém, antes de fazer o financiamento é importante fazer uma pesquisa em alguns bancos. Pedir uma simulação e pré-aprovação do crédito é uma boa ideia, visto que as taxas variam. E quanto mais alta a taxa de juros, maior a parcela a ser paga! Consequentemente, o valor que você terá que pagar no final do financiamento será ainda maior.

O valor de início que você paga à vista chama-se entrada. O valor da entrada costuma ser no mínimo 10% do valor do imóvel que você vai comprar. A fim de evitar surpresas, você pode fazer uma simulação online e descobrir quanto pagaria de entrada se comprasse o imóvel desejado.

Se você já tem um imóvel próprio, mas tem interesse em se mudar para um maior, por exemplo, você pode fazer uma troca de imóvel no Permutando.com e encontrar um imóvel que esteja com metade do financiamento já pago. Essa seria uma vantagem e tanto!

O Permutando.com é uma plataforma onde você anuncia os seus imóveis e outras pessoas podem entrar em contato para decidir fechar uma permuta. Conheça mais sobre acessando o site!

Seguro residencial: qual escolher?

O seguro residencial, apesar de não ser muito procurado no país, tem a sua importância: dar assistência financeira ao imóvel caso aconteça algum imprevisto. Os seguros de empresas nem sempre cobram os danos que você espera. Por isso é relevante sempre comparar as propostas e escolher aquela que mais se encaixa com o que você procura. Dentre algumas modalidades que o seguro residencial possui, está a garantia da cobertura de prejuízos como: incêndio, explosão e quedas de raio. Entretanto, há a possibilidade de expandir o seguro através da adição de outras garantias.

Aqui vão algumas dicas para você analisar antes de adquirir o seguro residencial

Procure um corretor especializado.

Com a ajuda de um corretor que se posicione como consultor, em vez de vendedor, a seleção de quais coberturas se encaixam com o perfil do seu imóvel será bem mais fácil. Além disso, ele pode apresentar simulações exemplificando quais tipos de coberturas vão encarecer a apólice e pesquisar qual seguradora vai oferecer as melhores propostas para a sua demanda.

Observe se você precisa de coberturas extras

Coberturas como enchentes, roubos e quebras dos vidros e aparelhos eletrônicos em casa podem constar na apólice também. Claro que a um valor proporcional. As propostas costumam trazer o custo detalhado das coberturas para você analisar qual é a melhor.

Procure saber qual o valor da franquia

A franquia é o valor que você terá de pagar com o acionamento de uma seguradora. Então, antes de fechar contrato, procure saber qual o valor dessa franquia e se ela realmente caberá no seu orçamento no momento de uma emergência.

Veja se já não paga a apólice do condomínio em que mora

Se você mora em um condomínio de prédios, procure pela apólice do condomínio. Muitas vezes prédios residenciais são assegurados e, analisando quais são as coberturas do seguro, você evita de ter que pagar duas vezes pelo mesmo serviço.

Saiba como agir no caso de sinistro

Procure entender o passo a passo de como acionar o seguro. Com isso, em caso de emergências, você estará mais bem preparado. Além disso, busque fechar contrato com a empresa que mais se mostrar ágil para a resolução dos seus problemas.

Seguindo essas dicas, ficará mais fácil para que você escolha um seguro residencial mais adequado para o seu bolso e seu imóvel. Para mais dicas, acesse o Blog do Permutando.com.