dicas

Valor do imóvel: O que pode influenciar?

Durante o processo de procura por um imóvel devemos sempre ter calma e atenção, pois detalhes cruciais podem acabar passando despercebidos. Essas transações envolvem altos investimentos, logo, cada passo deve ser feito com muito cuidado e pesquisa. Então é importante saber quais características influenciam no valor do imóvel e o que faz ele variar tanto o preço. Conhecendo essas informações temos mais facilidade em fazer a escolha certa.

Entender quais fatores influenciam no valor de um imóvel é muito importante para quem deseja adquirir um hoje ou futuramente. Saber que tipo de imóvel ele quer adquiri, em quais condições e o que o ambiente ao redor tem a oferecer são fatores que pode aumentar ou depreciar o valor de um imóvel.

Quais fatores influenciam no valor do imóvel?

valor-do-imóvel-banner-permutando

Condomínio

Pensando mais especificamente em apartamentos ou casas de condomínios fechados, os itens que podem ter nestes lugares contam muito. Condomínios com piscina comum, aquecida, academia, sauna e outros itens de lazer faz com que o valor do imóvel aumente. O conforto, segurança e espaços para família neste lugares além de valorizar o imóvel também ajudam na hora de venda. O valor cobrado mensalmente também é algo a ser observado, pois muitas das vezes o valor cobrado não condiz com o que lhe é propiciado.

Estrutura do imóvel

Um imóvel que tenha boa estrutura e construídas com ótimos materiais será mais valorizada do que um imóvel com estrutura mediana. Outros fatores que alteram o valor do imóvel são as falhas na própria estrutura, mofo, rachaduras e infiltrações. Logo, é de suma importância manter-se atento durante a visita ao apartamento desejado.

Localização

Este é o ponto que mais influência na valorização de um imóvel. A localização conta muito no preço do imóvel, principalmente em bairros próximos das regiões centrais das cidades.

Devido a isso, observe se o local do imóvel onde você está adquirindo já é valorizado ou está se valorizando. Portanto, para realizar excelentes negociações é de suma importância monitorar os possíveis aumentos no preço do imóvel futuramente.

Para mais dicas e informações, continue acessando o Blog Permutando.com ou Central do Corretor.

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Organizar a casa: maneiras práticas

Arrumar a casa é sempre uma tarefa cansativa e que demanda tempo, por isso o dia da faxina, normalmente, é sábado. Um lugar limpo, arrumado e organizado é mais agradável para permanecer e viver tranquilamente. Porém, quando não temos um plano para organizar a casa isso complica e desestimula a realização das tarefas. Manter a casa impecável pode ser trabalhoso, mas se utilizar algumas das nossas dicas, você irá diminuir o tempo gasto nas tarefas domésticas.

Como organizar a casa em pouco tempo?

banner-permutando-organizar-a-casa

Uma casa arrumada melhora o seu bem-estar, saúde mental e evita stress constante. Geralmente, as pessoas não têm tempo para organizar a casa e acabam pagando para manter o local arrumado. Se você busca economizar tempo e dinheiro nas tarefas domésticas, aqui vai algumas dicas.

Evite jogar roupa no chão utilizando cabide atrás da porta do quarto e cesta no banheiro. Cestas no banheiro para roupa suja evitam a bagunça rotineira de deixar tudo jogado no chão. Retire as roupas secas do varal já dobrando, isso poupará o seu tempo. Para evitar tênis e calçados no meio do caminho, guarde-os em uma pequena sapateira ou espaço livres no armário. Atitudes pequenas e simples que irão poupar o seu tempo.

Uma ótima dica é ir arrumando a casa aos poucos. Arrumar ou limpar um cômodo por dia é uma excelente maneira de organizar a casa. Uma atitude que causa grande diferença é passar um pano com produtos de limpeza na casa a cada 4 dias. Passar uma vassoura e pano nos móveis de 2 em 2 dias facilita o trabalho também. Essas tarefas não demandam mais de 15 minutos e podem ser feitas assim que chegar do trabalho. Fazer isso tudo com música ajuda bastante, ponha sua playlist e isso fará você se divertir ao realizar essas tarefas.

Para mais dicas e informações, continue acessando o Blog Permutando.com.

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Dicas para cuidar de plantas residenciais

Cuidar de plantas fora ou dentro de casa requer certos precauções. Neste texto, iremos citar algumas dicas simples de cuidados diários com a área verde de sua residência

Alguns cuidados precisam ser colocados em prática caso queira manter o seu jardim sempre bonito e saudável. Fatores como o sol e vento excessivo e umidade do ar podem ajudar ou atrapalhar. Isso varia de acordo com o tipo de planta que você está cultiva em casa.

cuidar-de-plantas-banner-permutando

Para cuidar de plantas residenciais, normalmente é recomendado regar uma vez ao dia, todos os dias e com pouca água. A quantidade de água pode variar de acordo com o tamanho da planta.

A limpeza das folhas ajuda no processo de fotossíntese e previne o aparecimento de cochonilhas e pulgões. Logo, limpar de forma minuciosa duas vezes na semana as folhas é importante para beleza e saúde da planta.

Como cuidar de plantas residenciais?

Ambientes fechados e com ar condicionado são prejudiciais às plantas, reduzem o seu brilho, vitalidade e o tempo de vida. Evite também posicionar os vasos próximos ou logo abaixo dos dutos de ar.

Para plantas delicadas, hidrate suas folhas com um pano úmido pelo menos uma vez ao mês, enquanto faz a limpeza. Essa hidratação evita que apareçam manchas de ressecamento na ponta das folhas, proveniente da poluição e ar seco das grandes cidades.

O surgimento de fungos é ocasionado pelo excesso de água. Os mesmos são identificados pelo amarelado das folhas e o forte odor na terra. Caso aconteça, diminua a quantidade de água, ou aumente o intervalo de dias entre uma rega e outra.

Outro fator muito importante para a saúde das plantas residenciais é a intensidade de exposição solar que cada espécie demanda. Apenas claridade não é suficiente para alguns tipos de plantas, certas espécies necessitam da luz do sol. Essas espécies costumam se desenvolver bem em solo basicamente de terra, e precisam de regas abundantes, de 3 a 4 vezes na semana, e adubação constante. Já as espécies de sombra geralmente possuem folhas mais delicadas e crescem muito. O solo para essas espécies deve possuir uma composição de serragem, húmus e alguns tipos de nutrientes em farelo. Esse tipo de solo é menos compacto, ele não deve ser achatado ou encharcado.

Para mais dicas e informações, continue acessando o Blog Permutando.com.

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Paisagismo: Varandas e sacadas

Se você acha que ter uma varanda com grande incidência de sol e vento impossibilita o cultivo de plantas ou flores, você está errado. Há diversas opções de plantas que resistem bem e não demandam de muitos cuidados. A falta de espaço é usada como desculpa para não ter uma boa área de paisagismo. Mas isso não te impossibilita de ter alguns plantios horizontais ou vasos suspensos.

O desejo de ter um ambiente mais natural em casa é possível até com pouco espaços. Se você mora em apartamento e a varanda é o único lugar propício para cultivar um pequeno “jardim”, o ideal é escolher plantas ou flores que se adequem ao local com facilidade.

paisagismo-banner-permutando

O ideal para varandas são plantas que tenham uma boa resistência, como a azaléia, ixora ou até o aspargo alfinete. Em varandas com bastante incidência solar as mais indicadas são as mesmas citadas acima e a onze horas e gerânio. Já para varandas com menos entrada de luz solar, as plantas que melhor se desenvolvem são as orquídeas phaleanopsis, lírio da paz, antúrio, begônia, zamioculca e scheflera.

Ótimas alternativas de paisagismo para usar em varadas e sacadas

O cuidado na escolha das plantas também implica na preocupação em relação a compra de vasos e a terra adequada. O segredo é para diminuir os cuidados com as plantas é manter a terra fértil, bem drenada e adubada.

Utilizar uma tinta que forme uma película impermeável no interior dos vasos é importante para impedir que a umidade passe para o lado externo e suje o ambiente. Também é importante a colocar a terra no vaso deixando um espaço equivalente a dois centímetros (dois dedos). Isso implica na melhor acomodação e na facilitação do crescimento das plantas ou flores.

Se a água não sai do vaso, a raiz apodrece. Então, para drenar a água coloque algum tipo de pedra para facilitar a saída de água do vaso sem sujar o ambiente. A escolha da pedra fica a seu critério. Caso queira dar um toque especial e deixar o vaso mais sofisticado, ponha pedras brancas sobre a terra.

Por último, mas não menos importante, as plantas devem ser regadas a cada dois dias, três no máximo. A maneira correta de regar uma planta é utilizar uma quantidade satisfatória de água sem encharcar a planta. Vasos de até 50cm de diâmetro e altura podem ser colocados dois copos d’água e nos menores, geralmente, um copo já é suficiente.

Para mais dicas e informações, continue acessando o Blog Permutando.com.

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Decoração: Dicas simples para sua casa

Todos sabem que o país vive uma grande crise financeira. Faltam tempo e dinheiro para investir em decoração. Mas então, o que fazer? Desistir? Nada disso!

Fazer uma decoração barata, com ideias criativas para que seu quarto, sala ou cozinha fiquem ainda mais bonitos não é tão difícil ou caro quanto parece. Você pode fazer uma decoração própria e barata apenas com um pouco de paciência, bom gosto e muita criatividade. No texto de hoje trazemos dicas excelentes para você que pensa em decorar sua casa!

Leve em consideração o tamanho do ambiente para a decoração

Parece algo obvio, mas sempre deixamos de lado as medidas do ambiente quando vamos decorá-lo. Independente do tamanho de sua casa ou cômodo é extremamente importante utilizar bem os espaços na hora de decorar. Por isso, fique atento ao tamanho do local antes de definir móveis, por exemplo. Se o espaço for pequeno, o cuidado deve ser redobrado! Anote as medidas e as leve com você na loja de móveis.

Não troque toda a decoração: Reforme!

É muito importante ter criatividade para economizar. Use tecidos ou contact para reformar móveis usados. Você pode cobrir as portas dos armários da cozinha com contact colorido ou estampado. Uma ideia de decoração barata, criativa e fácil de fazer. Muitas vezes uma simples pintura pode renovar um ambiente. Desde móveis reciclados até objetos, o importante é ser criativo!

 

Reciclagem: Use objetos que já possui em casa e seja criativo!

A reciclagem é uma ótima alternativa para se ter uma decoração barata e bonita na sua casa. Você pode aproveitar objetos sem uso ou que seriam jogados no lixo dando a eles uma nova função. As garrafas e caixotes podem se transformar em peças sensacionais para sua casa, confira alguns exemplos!

As garrafas de vidro podem servir como vasos estilosos, ou objetos de decoração barata no seu home office. Outra opção para a garrafa é transformá-la em um inovador abajur para o seu quarto ou sala.

No caso dos caixotes, existem muitas utilidades! Eles são essenciais para se fazer uma decoração barata e moderna. Versáteis, podem virar estantes, armários ou baús para livros.

Misture o novo e o velho

Nem tudo precisa ser recém-comprado. Misture novos itens com móveis retrô, seja inventivo. Sempre há achados surpreendentes em antiquários, brechós e feirinhas de antiguidade. Faça alguns testes, visite esses lugares e analise suas opções.

O mais importante na hora da decoração é não ter pressa. Decorar leva tempo, não espere que a casa fique pronta do dia para a noite. Faça aos poucos, às vezes não é possível comprar

tudo de uma vez. E não há problema nenhum nisso, assim você decide com calma o que fica bom em cada lugar.

Nosso site tem os melhores imóveis esperando por você. Vem conferir aqui!