Arquivos de fevereiro 2018

Dicas para cuidar de plantas residenciais

Cuidar de plantas fora ou dentro de casa requer certos precauções. Neste texto, iremos citar algumas dicas simples de cuidados diários com a área verde de sua residência

Alguns cuidados precisam ser colocados em prática caso queira manter o seu jardim sempre bonito e saudável. Fatores como o sol e vento excessivo e umidade do ar podem ajudar ou atrapalhar. Isso varia de acordo com o tipo de planta que você está cultiva em casa.

cuidar-de-plantas-banner-permutando

Para cuidar de plantas residenciais, normalmente é recomendado regar uma vez ao dia, todos os dias e com pouca água. A quantidade de água pode variar de acordo com o tamanho da planta.

A limpeza das folhas ajuda no processo de fotossíntese e previne o aparecimento de cochonilhas e pulgões. Logo, limpar de forma minuciosa duas vezes na semana as folhas é importante para beleza e saúde da planta.

Como cuidar de plantas residenciais?

Ambientes fechados e com ar condicionado são prejudiciais às plantas, reduzem o seu brilho, vitalidade e o tempo de vida. Evite também posicionar os vasos próximos ou logo abaixo dos dutos de ar.

Para plantas delicadas, hidrate suas folhas com um pano úmido pelo menos uma vez ao mês, enquanto faz a limpeza. Essa hidratação evita que apareçam manchas de ressecamento na ponta das folhas, proveniente da poluição e ar seco das grandes cidades.

O surgimento de fungos é ocasionado pelo excesso de água. Os mesmos são identificados pelo amarelado das folhas e o forte odor na terra. Caso aconteça, diminua a quantidade de água, ou aumente o intervalo de dias entre uma rega e outra.

Outro fator muito importante para a saúde das plantas residenciais é a intensidade de exposição solar que cada espécie demanda. Apenas claridade não é suficiente para alguns tipos de plantas, certas espécies necessitam da luz do sol. Essas espécies costumam se desenvolver bem em solo basicamente de terra, e precisam de regas abundantes, de 3 a 4 vezes na semana, e adubação constante. Já as espécies de sombra geralmente possuem folhas mais delicadas e crescem muito. O solo para essas espécies deve possuir uma composição de serragem, húmus e alguns tipos de nutrientes em farelo. Esse tipo de solo é menos compacto, ele não deve ser achatado ou encharcado.

Para mais dicas e informações, continue acessando o Blog Permutando.com.

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Paisagismo: Varandas e sacadas

Se você acha que ter uma varanda com grande incidência de sol e vento impossibilita o cultivo de plantas ou flores, você está errado. Há diversas opções de plantas que resistem bem e não demandam de muitos cuidados. A falta de espaço é usada como desculpa para não ter uma boa área de paisagismo. Mas isso não te impossibilita de ter alguns plantios horizontais ou vasos suspensos.

O desejo de ter um ambiente mais natural em casa é possível até com pouco espaços. Se você mora em apartamento e a varanda é o único lugar propício para cultivar um pequeno “jardim”, o ideal é escolher plantas ou flores que se adequem ao local com facilidade.

paisagismo-banner-permutando

O ideal para varandas são plantas que tenham uma boa resistência, como a azaléia, ixora ou até o aspargo alfinete. Em varandas com bastante incidência solar as mais indicadas são as mesmas citadas acima e a onze horas e gerânio. Já para varandas com menos entrada de luz solar, as plantas que melhor se desenvolvem são as orquídeas phaleanopsis, lírio da paz, antúrio, begônia, zamioculca e scheflera.

Ótimas alternativas de paisagismo para usar em varadas e sacadas

O cuidado na escolha das plantas também implica na preocupação em relação a compra de vasos e a terra adequada. O segredo é para diminuir os cuidados com as plantas é manter a terra fértil, bem drenada e adubada.

Utilizar uma tinta que forme uma película impermeável no interior dos vasos é importante para impedir que a umidade passe para o lado externo e suje o ambiente. Também é importante a colocar a terra no vaso deixando um espaço equivalente a dois centímetros (dois dedos). Isso implica na melhor acomodação e na facilitação do crescimento das plantas ou flores.

Se a água não sai do vaso, a raiz apodrece. Então, para drenar a água coloque algum tipo de pedra para facilitar a saída de água do vaso sem sujar o ambiente. A escolha da pedra fica a seu critério. Caso queira dar um toque especial e deixar o vaso mais sofisticado, ponha pedras brancas sobre a terra.

Por último, mas não menos importante, as plantas devem ser regadas a cada dois dias, três no máximo. A maneira correta de regar uma planta é utilizar uma quantidade satisfatória de água sem encharcar a planta. Vasos de até 50cm de diâmetro e altura podem ser colocados dois copos d’água e nos menores, geralmente, um copo já é suficiente.

Para mais dicas e informações, continue acessando o Blog Permutando.com.

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Contrato de Aluguel: Exigências abusivas

Se você está procurando um imóvel para morar de aluguel nos grandes centros, mas desiste devido as exigências no contrato de aluguel. Saiba o que imobiliárias e proprietários podem e não podem exigir dos inquilinos nos contratos de locação.

As exigências feitas por imobiliárias e proprietários são tamanhas que, às vezes, inviabilizam a negociação. O alto custo, localização e infraestrutura de parte dos imóveis oferecidos não passam segurança ao cliente. E durante a leitura do contrato não faltam cláusulas suspeitas que deixem o inquilino inseguro.

O que é permitido pedir dos inquilinos no contrato de aluguel?

banner-permutando-contrato-de-aluguel

Podem ser exigidos três meses de aluguel adiantados como forma de garantia?

Sim. Esta é uma obrigação do inquilino que, deve fazer o depósito de uma só vez. A vantagem para o inquilino é que ele poderá ter o dinheiro de volta com juros e correção monetária ao devolver o imóvel. Pela lei, o correto é depositá-lo em caderneta de poupança. O limite que pode ser exigido como caução é de três aluguéis.

Há casos em que o proprietário não fez o deposito na poupança e não devolveu o valor da caução ao final do contrato, ou o devolveu sem correção. Se isso ocorrer, o inquilino pode entrar com uma ação para cobrar seu dinheiro de volta e pode até pedir indenização por danos morais também.

 

Pode ser exigido que o fiador tenha imóvel na mesma cidade do imóvel alugado?

Sim. De acordo com Código Civil, o credor não é obrigado a aceitar um imóvel fora do município onde tenha de efetuar o pagamento. Também não há ilegalidade na exigência de imóvel de garantia na mesma cidade do imóvel locado.

Este é um dos maiores problemas de pessoas que se mudaram de cidade e procuram imóvel para alugar. Mas são medidas de segurança adotas por proprietários e imobiliárias para evitarem possíveis calotes neste tipo de contrato.

 

Podem ser exigidas duas ou três formas de garantia?

Não. O proprietário ou a imobiliária só podem exigir uma única forma de garantia. Aqui vai algumas dentre as diversas formas de garantias que existem e possam ser exigidas: O imóvel próprio e quitado de um fiador; o seguro-fiança (feito em seguradoras); o depósito em dinheiro (caução) ou fundo de investimento.

Quer mais dicas? Continue acessando o Blog Permutando.com!

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!

Sala Comercial: Uma alternativa para a crise

A crise financeira tem afetado não só as pessoas físicas, mas principalmente as jurídicas. Diversas empresas pensam em escapar dos altos preços cobrados nos centros comerciais e zona sul. A alternativa mais viável é investir em uma sala comercial nos endereços menos tradicionais, mas que tenham fácil acesso e excelente locomoção.

Os valores de aluguéis em escritórios nos tradicionais centros comerciais de São Paulo ficam entre R$140/m² e R$100/m². Já nas regiões próximas aos centros e de fácil acesso ao metrô é possível encontrar salas comerciais com valores de locação de R$80/m² até R$34/m². O investidor deve se preocupar com a rentabilidade do imóvel adquirido e se a região é boa para aquele empreendimento.

As empresas não desejam só que uma sala comercial seja de fácil acesso e locomoção, mas também que o preço não seja exorbitante. Portanto, acredita-se que o deslocamento de centros comerciais para regiões menos tradicionais é uma solução viável em tempos de crise.

Como escolher a sua sala comercial?

Empresas em crescente, ou que precisam mudar de endereço por conta da redução de custos, necessitam de uma sala comercial com boa localização, preços mais acessíveis e infraestrutura satisfatória. Além disso, é primordial que também tenham valores de condomínio e estacionamento baixos. Sendo assim, a procura por uma sala comercial em bairros próximos aos centros com estas condições podem demorar.

O que podemos observar nesses novos centros é o aumento da demanda por sala comercial. Isso pode gerar a implantação de ótimos empreendimentos com excelente custo-benefício. Portanto, diversos endereços em São Paulo e no Rio surgem e se consolidam diariamente como centros comerciais devido a esta solução.

Aqui no Permutando.com você pode encontrar a sala comercial perfeita para suas necessidades! Conheça o site e boa permuta!

Quer mais informações sobre o mercado imobiliário? Continue acessando o Blog Permutando.com

Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Cadastre-se abaixo e aproveite!